sexta-feira, 18 de maio de 2007

Que nervos!!! (Um desabafo!)

Nesta quinta-feira levei as minhas filhotas até ao Forum para brincarem com mais companhia da idade delas naquele parque com equipamentos da Chicco (publicidade gratuita!!!). Preferia levar até ao outro Parque mas estava ainda muito calor e normalmente estão lá "meninos" mais crescidos a jogarem à bola.
Mas mal chegámos ao dito parque "interior", estava um miúdo que já chamava à atenção com berros e a tentar pregar sustos a uma menina da mesma idade (5/6 anos). Mas tinha algumas reacções de maldade ao mesmo tempo. Fiquei sempre atenta pois sem querer podia magoar os mais pequenos que por ali se divertiam, incluindo as minhas. A Joana e a Sara balançavam-se numa beringela, cada uma, e depois a Sara saiu e dirigiu-se ao cavalinho duplo. Nesse momento o tal rapazito repara nela e tira-lhe das mãos o cavalinho fazendo-a cair e por pouco não batia com os queixos. Esta assustada, começa logo a chorar. Sem demora dirigi-me a ele e repreendi-lo a dizer que o que fez é feio e para ter mais cuidado por ela ser mais pequena que ele. Olhou-me nos olhos mas nem quis saber. Notei logo que com aquele tinha mesmo que ter cuidado. Logo de seguida notei uma mãe a falar com ele pelas más acções, mas esta não era a mãe dele! Onde estava a mãe?! Ou o pai?! Alguém responsável por ele?!
Só passado uns bons minutos depois sai uma senhora de uma loja em frente a dizer que o estava a ver.... seria mesmo!!? Acho que não. Tanto que uma menina com cerca de 3 anos mais as minhas duas enfiadas na casinha a brincarem, mais uma vez calhou à Sara estar a fechar as janelas, o mesmo miúdo vê e bate-lhe com força ao fechar entalando os dedos dela, quase repitadamente, de propósito. Desta vez, passei-me mesmo e agarrei-lhe o braço e perguntei-lhe pela mãe ou alguém responsável. Senti-o agora com mais receio porque viu que não escapava e lá apareceu a tal senhora de dentro da loja que só me respondeu: "coitado, não foi por mal tadinho, ele não percebe que fez mal." Quem levou a repreenda foi ela. Em vez de estar às compras devia era vigiá-lo e ver se estava a porta-se bem ou não. Por duas vezes fez mal à miúda. Ouviu e nem deu resposta.
Bolas! Passei-me mesmo! As minhas são bem mais novas e quando fazem alguma coisa que sabem que não devem dizem logo não com a cabeça e aquele miúdo daquela idade não sabe o que faz?!!! Serei assim tão incomprensível?! Ou aquele miúdo devia ter mais atenção?
O que nos valeu foi depois sair dali e lá fomos ao Parque respirar ar puro, correr, brincar e..... esperar pelo pai. Ufa! Que tarde!

7 comentários:

dacj_a disse...

Ui que nervos!!! realmente ha pais que não se incomodam com nada, os filhos podem estar a fazer o maior disparate que eles não dizem nada e depois ainda ficam todos chateados qdo alguem repreende os filhos, haja paciencia!!!
Beijinhos
e ainda bem que o final do dia correu bem.
Dulce

carla disse...

BAXO QUE FIZESTES MUITO BEM...SENAO GOSTAMOS OU MELHOR NAO DEIXAMOS OS NOSSOS FAZER MAL TB NÃO GOSTAMOS QUE FAÇAM MAL AOS NOSSOS...NE?
REALMENTE A MAE DEVERIA TER MAIS ATENÇAO...

BEIJOCAS E BOM FIM DE SEMANA

Maria disse...

Bem, imagino como te deves ter sentido... Tadinha! Não sei como reagiria, mas acho que faria o mesmo que tu, senão pior...E depois admiram-se das crianças desaparecerem... Enfim, não há palavras para tamanha despreocupação e falta de respeito pelos filhos dos outros...
Mas para compensar aproveitram o ar livre, isso é que importa!
Beijinhos,
Maria.

Cláudia disse...

è mesmo de "ir aos arames" quando esse tipo de situações acontece... fogo mt pachorra tiveste tu!!
Eu salta-me logo a tampa!

Beijinhos
Obrigada p´lo e-mail... espero que agora já dê para comentar!
Ana Cláudia

Pipoquita disse...

Pois, coitadinho... é novo, não percebe! Essa mãe é que deveria compreender que as crianças são seres inteligentes, aprendem com os erros mas para isso têm de ser chamadas à atenção!
Depois ainda nos admiramos que existam adultos malcriados... afinal já vem desde pequenos!

Beijinhos para as princesas que merecem brincar em paz e tranquilidade!

Paula disse...

Concordo contigo. À uns fins-de-semana atrás tb num centro comercial estava eu com a minha filha na zona infantil e também estava lá um míudo com uns 4/5 anos só a implicar com os outros. Até que se lembrou de pegar na abóbora (banco da chicco) e começou a atirar ao ar. Resumindo veio bater-me numa perna. Chamei-o também à atenção. Se fosse na minha filha podia magoar a sério. Apareceu a mãe a chamá-lo, nem me disse nada. Bateu no miúdo e proíbio-o de ir para lá.Ela é que devia ter levado, não o filho.
Querem ter filhos mas não têm paciência para os aturar.
Desculpem o testamento.
Beijinhos Paula

olga e samuel disse...

ó coitadinho do menino nao percebe é burro ..olha saiu á mãe...
grrrrr k raiva